segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

 


 
Limpei o vidro embaçado com a palma da mão e pude ver nitidamente: o caminho mais bonito é sempre o da ida, nunca o da volta. Sempre em frente.

Nenhum comentário: