quinta-feira, 20 de maio de 2010

Uma dor, que não sei de onde vem, nem a onde dói.




Sabe, eu acho que eu precisava de um tempo. Um tempo para assimilar tudo que estava acontecendo ao meu redor. Era muita coisa acontecendo.Não sabia mais, se o que eu estava fazendo, realmente valia a pena.
Pra falar a verdade, eu sempre fui assim. Sempre tive esses " ataques" e minhas neuroses, e depois de algum tempo, isso passava, como se nada tivesse acontecido.No começo, sempre achava que era a TPM,ou o stress. Mas, percebi que isso tudo que tava acontecendo, era eu mesma que estava provocando, e não percebia.E eu percebi, que estava fazendo uma "tempestade num copo de água".Está acontecendo tantas coisas e ao mesmo tempo não têm acontecido nada, me pego confusa e cheia de dúvidas quanto ao presente,ao futuro e ao passado.
As vezes, eu me sinto, como se estivesse pisando em ovos.Parece que tudo, com qualquer balaçadinha, vai cair ao meu redor. E eu tenho muito medo.Por mais que eu saiba que, isso seja ilusão da minha mente, estou com medo de perder tudo que eu vejo construindo a tanto tempo.
As vezes, me sinto fraca, por não conseguir superar vícios antigos. E o pior não é isso. O pior é quando vem aquele vazio, que ocupa meu coração. Sabe como é se sentir totalmente vazia ? não sentir nada, além de uma dor, que não sei de onde vem, nem a onde dói.

Nenhum comentário: