quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Somente o hoje!


Existe um dia na nossa vida em que não podemos fazer nada. E este dia é o ontem, o passado, aquilo que ficou pra trás e que não temos mais como interagir com ele e nem modificar os fatos. Parece óbvio, mas é muito freqüente que estejamos vivendo o hoje em função do que passou na nossa vida. Ou, o que é pior, pelo que deixou de acontecer na nossa vida.É comum dizermos coisas como: “ah, se eu tivesse apenas 18 anos. Eu faria tudo diferente”. Ou então: “Eu estou muito velho pra começar isso”.Vou sugerir uma forma um tanto inédita de pensar. Imagine que você não tem mais a idade que tem. Imagine que você pudesse voltar hoje no tempo e ter apenas 1 dia de idade. Mas, neste primeiro dia de sua vida, você já sabe todos os idiomas que você conhece (mesmo que seja apenas o Português), você já tem a sua rede de amizades, toda a cultura que você acumulou até agora, todas as competências profissionais que você dispõe, todos os cursos que já fez, toda maturidade que possui, e, o que é mais importante, você tem a perfeita consciência de que este é o primeiro dia da sua vida. Lhe foi dada hoje uma vida inteira pela frente. Pode ser uma vida de mais uns 40 anos, de mais uns 20 anos ou de mais uns 60 anos. Não importa. É toda uma vida pra ser vivida. Não existe nenhum passado. Tudo que ficou pra trás não pode ser modificado, não pode ser tocado, não pode ser visto, portanto, não existe.Isto acontece todos os dias. Hoje, neste momento em que você lê este texto, tenha a consciência de que você está numa vantagem enorme em relação àquelas crianças dependentes de 1 dia de idade. Tenha consciência de todo potencial que você dispõe e decida por começar a sua vida hoje, sem medo e sem vergonha de não ter feito ainda tudo que você quis fazer, porque tudo o que passou ou deixou de passar faz parte de algo que não existe. Faz parte do ontem. Viva! Hoje é o primeiro dia do resto de sua vida!

Nenhum comentário: